Procedimentos Capilares

ESPECIALIDADES

Procedimentos Capilares

Muitas pessoas se incomodam com a queda de cabelo, mas perder em média 100 fios por dia é totalmente normal. Quando o número é superior ou ainda observa-se falhas e perda de densidade, deve-se procurar um dermatologista. Em casos de calvície, queda crônica ou aguda por causas externas, como estresse e anemia, as madeixas podem ser tratadas com a ajuda de exames e procedimentos realizados na clínica.

Investigação

Exames de Diagnóstico

O diagnóstico mais precoce possível é fundamental para o sucesso terapêutico nas doenças do cabelo. Dessa forma, é necessário fazer avaliação clinica, exame físico e exames complementares específicos para a definição diagnostica. Com o conhecimento e com o acesso a todas as informações, o tratamento é direcionado para cada caso especificamente.

Tricoscopia (dermatoscopia digital)

Faz a análise de diferentes áreas do couro cabeludo, além da avaliação da haste capilar, vascularização e pigmentação cutânea. Além disso, auxilia no diagnóstico das doenças e no acompanhamento da resposta terapêutica. Esse exame é feito através do aparelho Fotofinder, que faz o mapeamento do couro cabeludo, tirando fotos de várias áreas dessa região.

Tricograma

Faz avaliação do ciclo biológico dos cabelos, através da retirada de alguns fios para análise com microscópio óptica das raízes desses fios. É feita a identificação das fases de crescimento e da proporção dos fios em cada estágio da doença. Contribuindo, dessa forma, para definição diagnostica. É indicado para queda excessiva de cabelos.

Biopsia de couro cabeludo

Em casos específicos pode ser necessário realizar biopsia de couro cabeludo. Com este exame, o dermatologista consegue saber quais alterações estão ocorrendo dentro da pele ou no folículo piloso do paciente. O fragmento é enviado ao dermatopatologista especialista em cabelo, que fará a análise e enviará ao médico dermatologistas.

Tratamentos

Procedimentos Capilares

Após o diagnóstico definido, é possível orientar o paciente para receber o melhor tratamento específico para cada caso. A prescrição médica será direcionada de acordo com o diagnóstico do paciente. O que pode abranger desde loções, medicamentos de uso oral até procedimentos.

Fotobioestimulação com LED

O LED é um tipo de luz/laser de diodo de baixa potência. Não se sabe exatamente o mecanismo, mas existe a possibilidade do aumento da vasodilatação ao redor dos folículos, aumentando o aporte de nutrientes,e ativando e prolongando a fase de crescimento capilar. Foi demonstrado efetividade em doenças como a calvície.

Corticoterapia intralesional

Consiste em microinjeções de corticoide em áreas específicas do couro cabeludo, onde tem doenças de origem inflamatória. É utilizada em condições como alopecia areata e as alopecias cicatriciais.

Laser fracionado não-ablativo 1340

O laser fracionado não ablativo atua no tecido profundo, gerando aquecimento intradérmico e estimulando a produção das fibras de colágeno e elastina. É utilizado para rejuvenescimento da pele, melhora de rugas finas, cicatrizes (pós- cirúrgicas e de acne) e estrias. Atualmente tem sido utilizado também para tratamento de alguns tipos de queda de cabelo (associado a aplicação de ativos no couro cabeludo) e onicomicose (micose das unhas). É um laser de rápida recuperação, em média 2 dias, o que é bastante útil para pacientes que moram em locais de climas quentes e que não podem ficar longos períodos fora da rotina.

Tratamentos

Transplante Capilar

O implante capilar é uma alternativa para pessoas que já fizeram todo o tratamento clínico e ainda querem mais resultados. Com a cirurgia de transplante capilar, será possível restaurar a perda de cabelos com um resultado extremamente natural.Embora tenham nomes parecidos, as técnicas de retirada de fios no transplante capilar FUT e FUE possuem algumas diferenças importantes para se avaliar junto com o cirurgião capilar e analisar qual se encaixa melhor para seu caso.

Transplante Capilar - Técnica FUT

A técnica FUT é aquela em que se consegue a retirada de uma faixa de cabelo da área doadora na região occipital, o que proporciona que uma grande quantidade de fios seja transplantada em apenas 1 sessão. Nesta técnica, é extraído o maior número possível de fios, ao mesmo tempo em que há pouca perda de fios durante o procedimento.

Por conta da retirada de uma faixa de cabelos, a técnica FUT possui uma cicatriz linear discreta, mas que não se nota quando os cabelos voltam a crescer. Os cabelos crescem inclusive na área da cicatriz, que só fica visível se a cabeça for raspada. Uma das principais vantagens desse tipo de procedimento é o maior número de fios que são transplantados, com cirurgias que chegam a colocar até 12 mil fios, concluindo o tratamento em menos sessões e proporcionando ao paciente resultados mais rápidos.

Transplante Capilar - Técnica FUE

Se você raspa regularmente os cabelos e os deixa sempre curtos; está com calvície em nível inicial e precisará implantar poucos fios; ou então já fez outros procedimentos no couro cabeludo que deixaram seu couro cabeludo com menos elasticidade, a técnica FUE é a mais indicada.

Na técnica FUE, é retirado uma unidade folicular de cada vez da área doadora do paciente, e essas pequenas aberturas são cicatrizadas rapidamente. Cada unidade folicular é retirada com o auxílio de um aparelho automatizado que possui em sua ponta uma agulha giratória, com em média 0,8 mm de diâmetro, que contribui para uma retirada mais precisa e suave.

Rua Mariante, 180 - Sala 304

Bairro Moinhos de Vento - Porto Alegre/RS

Convênios e Particular

Atendimento de Segunda à Sábado

Marque sua consulta:

(51) 3414.2770 - 3307.2770 - 98692.6697