Blog

O VERÃO E OS CUIDADOS COM A PELE DOS PEQUENOS

pediatra-bebe2


Matéria veiculada na Baby´s Magazine (Edição Janeiro/2017)

 

Com a chegada do calor, o reforço no cuidado com a pele é imprescindível, ainda mais quando o assunto é a pele dos pequenos, afinal, com o calor os problemas se intensificam, aparecendo brotoejas, infecções bacterianas podendo até mesmo ocorrer insolação.

 

Para encarar os dias de calor, a médica dermatologista Dra Juliana Fonte recomenda evitar a exposição solar entre 10 e 16 horas e oferecer água com frequência para impedir a desidratação. Além disso, é preciso hidratar a pele com cremes e loções, aplicar e reaplicar o protetor solar a cada 2 horas quando estiverem expostos ao sol ou cada vez que entrarem na água. “Costumo recomendar 5 a 10 minutos de exposição solar diária para os bebês a partir dos 30 dias de vida, pois o sol é importante para a produção de vitamina D, que é fundamental para a formação dos ossos. Entretanto, exposições solares mais prolongadas, como ir a praia, clube ou piscina, recomendo somente a partir dos 6 meses, quando o uso de filtro solar pode ser utilizado sem risco de toxicidade, apesar de atualmente existir filtro solar considerado seguro até mesmo para recém-nascidos”, esclarece a médica dermatologista. Uma opção é protegê-los com roupas, bonés e chapéus com bloqueador solar no tecido. No caso de crianças maiores, o indicado é que o filtro possua consistência leve, ativos hidratantes e fórmulas que impeçam a penetração dos raios solares.

 

Uma dica muito bacana da dermatologista aos pais e que muita gente não lembra, é aplicar protetor solar no couro cabeludo dos bebês acima dos 6 meses. Como eles costumam ter pouco cabelo, o couro cabeludo fica muito exposto ao sol e pode queimar. “Nesse caso, podem ser utilizados protetores em spray que facilitam a aplicação”, recomenda a dermatologista. Já para as crianças, a dica é usar protetor solar em spray que facilita a aplicação, pois eles ficam ansiosos para poder brincar e não querem esperar para passar o protetor. “Outra dica para bebês e crianças é o protetor solar em bastão para ser utilizado no rosto, pois é mais resistente à água e não arte nos olhos”, complementa Dra Juliana Fonte.

 

A areia da praia ou a água tratada quimicamente da piscina são ótimos gatilhos de alergia para bebês e crianças. Para evitar risco de reação alérgica, a Dra Juliana Fonte indica aos pais tirar os resíduos da pele com água doce – sem sabão, somente água.

 

Em caso de assaduras, é importante cuidar bem da área com pomada específica, principalmente nas dobrinhas. As brotoejas, por exemplo, surgem geralmente em áreas onde o suor é mais intenso, como pescoço e axilas. A prevenção é evitar a exposição da criança ao calor mais forte.

 

Se a criança volta para casa ardida de sol, não adianta passar pasta de dente para ver se melhora. “Se a pele ficar avermelhada pelo sol, os pais podem passar compressas de soro fisiológico ou de água fria”, ensina a dermatologista Dra Juliana Fonte. Complementa que se pode aplicar ainda cremes à base de aloe vera e camomila, que diminuem a vermelhidão e ajudam a amenizar o desconforto.

Rua Mariante, 180 - Sala 304

Bairro Moinhos de Vento - Porto Alegre/RS

Convênios e Particular

Atendimento de Segunda à Sábado

Marque sua consulta:

(51) 3414.2770 - 3307.2770 - 98692.6697